Agronegócio: em meio a uma plantação, aparece um maquinário rural

Agronegócio

No Brasil, o Agronegócio tem expressiva participação na economia e é um segmento que tende a crescer ainda mais.

O termo Agribusiness, ou Agronegócio, surgiu em 1957, devido aos estudos de John Davis e Ray Goldberg, professores da Universidade de Harvard, dos Estados Unidos. Eles definiram o termo como a soma das diversas operações que envolvem armazenamento, processamento e distribuição de produtos agrícolas e seus derivados.

Desta maneira, é possível ir além do termo “agricultura”! Nas questões da agroindústria, estão todas as partes envolvidas no chamado antes e depois da porteira.

Agronegócio no Brasil

O Agronegócio brasileiro corresponde a aproximadamente 22% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional, de acordo com dados do advogado e autor Marcus Reis. Sendo assim, ele é um dos principais fatores que levam ao crescimento econômico nacional.

Devido às características geográficas, climáticas e tecnológicas, quando o assunto é Agronegócio, o Brasil possui vantagens que propiciam a expansão deste segmento. Não é à toa que as oportunidades de investimento e desenvolvimento são cada vez maiores e mais valorizadas.

Títulos do Agronegócio

No mundo do Agronegócio existem muitos termos e siglas para representar os títulos. Há aqueles que são essenciais para iniciar ou fechar um negócio, já que demonstra ainda mais conhecimento e autoridade no assunto.

Conheça alguns deles!

CDCA

O CDCA é o Certificado de Direitos Creditórios do Agronegócio. O que isso significa? Ele é um título de emissão exclusiva de financeiras e cooperativas de produtores rurais. Sua função é recolher parte da poupança dos fundos de investimentos de pessoas jurídicas e aplicá-los na agricultura.

LCA

A LCA é a Letra de Crédito do Agronegócio. Este é um título de emissão exclusiva de instituições financeiras, sejam elas públicas ou privadas. Seu lastro é a Cédula de Produto Rural (CPR). Se você quiser saber mais sobre este título, confira o nosso post completo: O que é LCA – Letra de Crédito de Agronegócios?

CDA – WA

O CDA é o Certificado de Depósito Agropecuário. Este é um título de crédito que representa a promessa de entrega do produto agropecuário localizado em armazéns. Já o WA, Warrant Agropecuário, garante o direito de penhor sobre o produto descrito no CDA.

O que isso significa? Estes títulos são emitidos pelo depositário (pessoa jurídica que conserva produtos de terceiros) a pedido do depositante (pessoa física ou jurídica responsável pelos produtos entregues).

CRA

O CRA é o Certificado de Recebíveis do Agronegócio. Este é um título de livre negociação, o qual pode ser emitido por pessoas jurídicas envolvidas e entendedoras do Agronegócio. Outras instituições também podem fazer sua emissão, como financeiras e empresas de securitização de direitos de crédito.

Crédito Rural

O crédito rural fomenta o Agronegócio, porque é ele que incentiva os produtores. Para que isso seja possível, primeiro é necessário conferir a quantia. Em seguida, os produtores conseguem negociar o crédito e quanto da safra será utilizado como pagamento.

Na temporada 2017/2018, médios e grandes produtores rurais tomaram mais de R$ 80 bilhões em empréstimos por meio de crédito agrícola. E a tendência é que este número cresça ainda mais, assegurando o desenvolvimento de antigos e novos produtores.

O volume de crédito rural liberado entre julho e dezembro de 2017, período que deu início à safra 2017/2018, segundo informações do Banco Central, aumentou 13,5%. Essa porcentagem equivale a R$ 92,5 bilhões.

Esse aumento acompanha as projeções para a safra de grãos na temporada. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) acredita que será uma produção ampla, de 226,5 milhões de toneladas. Ainda que seja inferior à produção recorde (safra 2016/2017), é um número alto.

Você sabe tudo sobre Crédito Rural? Teste seus conhecimentos no nosso Quiz Crédito Rural!

Qual é o objetivo do crédito agrícola?

O crédito rural é benéfico tanto para o produtor como para a financiadora. Mas qual é o seu objetivo? Dentre os principais estão: estimular investimentos rurais efetuados, favorecer custeio da produção, garantir a comercialização de produtos agropecuários, desenvolver atividades florestais e pesqueiras e estimular a geração de renda.

Quer entender mais sobre o assunto? Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre o crédito agrícola!

Cédula de Produto Rural (CPR)

A Cédula de Produto Rural, também conhecida pela sigla CPR, é uma venda a termo. A organização de crédito emite um título para comercializar seus produtos e recebe o valor antecipadamente. O pagamento é feito de acordo com o tipo de CPR e pode ser em produto (CPR Física) ou com resgate financeiro (CPR Financeira).

Negociação de CPR

É possível negociar a CPR no mercado primário e secundário. O primeiro acontece quando o emitente quer adiantar os recursos para utilizar em determinado tipo de produção. Enquanto isso, o segundo acontece quando o adquirente da cédula quer negociá-la por meio de sua venda a outro agente interessado.

É importante enfatizar que é necessário registrar a CPR em um sistema administrado por uma entidade autorizada pelo Banco Central do Brasil. Desta maneira, se torna melhor e mais rigoroso o controle e a verificação da veracidade das características dos títulos.

Para uma Cédula de Produto Rural ser emitida com garantia, vale saber o que é aceito como garantia de CPR. Entre elas estão: hipoteca, fidejussória aval, fidejussória fiança, cessão fiduciária, garantia real, seguro, aval próprio, aval terceiros e penhor.

Barter

A operação de Barter funciona da seguinte forma: o produtor faz uma compra antecipada sem pagar nada no ato. Como assim? O pagamento acontece depois da colheita, por meio de insumos e não do dinheiro propriamente dito.

Para oficializar isso, o agricultor precisa assinar um contrato, garantindo o compromisso de entregar parte da colheita. Este contrato é firmado por meio da CPR, que se torna uma garantia para a trading e para a empresa fornecedora de insumos ou maquinário.

Você quer saber mais sobre o assunto? Entenda o que é operação de Barter e qual sua importância!

Alienação Fiduciária

Alienar fiduciariamente um bem significa que a propriedade em questão fica com a fornecedora de crédito até que o produtor rural quite sua dívida. Entretanto, a posse deste bem continua com o comprador durante todo o tempo.

Desta maneira, o devedor pode utilizar o bem ou a propriedade normalmente. Caso ele deixe de pagar a dívida, o credor pode tomar a posse para cobrir o prejuízo que teve devido ao não pagamento.

Você pode conferir mais informações sobre o assunto em nosso post completo sobre Alienação Fiduciária!

Linhas de financiamento

No Agronegócio, existem inúmeras linhas de financiamento. Isso quer dizer que diversos tipos de produtores podem receber a ajuda de instituições que fornecem recursos para investimento. Com isso, o crescimento se torna contínuo e os produtores rurais contribuem ainda mais para a economia brasileira.

Cada uma delas permite que o financiado tenha as suas necessidades atendidas. Por isso, o número de requerimentos e de órgãos que promove essa oportunidade ao produtor está em uma crescente.

As linhas de crédito determinam as quantias de dinheiro que podem ser liberadas para o produtor no momento em que ele necessita de recursos para desempenhar seus serviços.

Veja alguns dos tipos de produtores que estão inseridos nessas parcelas!

– Agricultura em ambiente protegido

– Agricultura irrigada paulista

– Agricultura orgânica

– Avicultura de corte

– Apicultura

– Apoio a pequenas agroindústrias

– Bubalinocultura

– Desenvolvimento regional sustentável paulista

– Café paulista

– Caprinocultura

– Flores e plantas ornamentais

– Floresta

– Fruticultura

– Gestão de qualidade nas propriedades rurais

– Integra SP – Lavoura pecuária floresta

– Máquinas e equipamentos comunitários

– Ovinocultura

– Plantio direto na palha

– Produção de mudas cítricas em ambiente protegido

– Pesca artesanal paulista

– Piscicultura convencional em viveiros e barragens

– Piscicultura em tanques-rede

– Pecuária de leite

– Qualidade do leite

– Pupunha

– Sericicultura

– Sementes e mudas

– Turismo rural

Estas são algumas informações sobre o Agronegócio, segmento atendido pelos serviços da Docket. Quer acompanhar as novidades sobre este e outras seções? Siga-nos nas redes sociais: estamos no LinkedIn, Instagram e Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *