O que é Fluxo de registro e resgate de CPR?

03/07/2020
Leitura em: 4 minutos
Categorias:

A CPR, sigla para Cédula de Produto Rural, é um título de crédito do Agronegócio que possibilita a comercialização de produtos com recebimento antecipado. Ela é lastreada em garantia real e pode ser representada por penhor rural ou mercantil.

Existem dois tipos de CPR: a Física e a Financeira. A diferença entre as duas é o pagamento da dívida. Enquanto na primeira, o próprio produto é entregue para quitar a dívida, na segunda o pagamento é definido com um valor de resgate.

Para que ela tenha validade, é necessário realizar o registro da CPR no Sistema da BM&FBOVESPA, a Bolsa de Valores. Com ele, é possível assegurar a existência e a veracidade das características dessa Cédula. As entidades que podem prestar este serviço precisam ser autorizadas pelo Banco Central do Brasil.

Entenda melhor os processos da CPR a partir do fluxo de registro e resgate

Fluxos de Registro e Resgate da CPR Física

Fluxo de Registro

Antes do registro acontecer, o emissor precisa confirmar a necessidade de financiamento para adquirir insumos para a produção agrícola. Ele, então, procura um fornecedor e faz um acordo: entregar parte da produção em troca dos insumos antecipados.

O favorecido concede os insumos ao produtor. E, depois disso, é necessário realizar o registro desta CPR. Ele deve ser feito na BM&FBOVESPA e, para isso, as duas partes devem procurar uma instituição para efetuar o registro do título.

Vale lembrar que esta instituição deve ser autorizada pelo Banco Central do Brasil. Após ser salvo no Sistema de Registro da BM&FBOVESPA, esta provê o serviço de registro do título.

Fluxo de Resgate

O resgate é mais simples. O emissor deve pagar os custos de todo o procedimento ao banco e, depois entrega o produto agrícola que foi inicialmente negociado. Ele deve cumprir o acordo, fornecendo na quantidade, qualidade, local e data combinados.

Quando o favorecido recebe o produto e a BM&FBOVESPA recebe os custos da operação, o registro da CPR – Cédula de Produto Rural é encerrado.

Fluxos de Registro e Resgate da CPR Financeira

Fluxo de Registro

O primeiro passo é o emissor precisar de um financiamento para adquirir insumos para a produção agrícola. Ele precisa procurar um fornecedor que aceite realizar a troca desses bens e receber o valor emprestado corrigido, segundo o acordo firmado.

O favorecido fornece os insumos ao produtor. Uma entidade autorizada pelo Banco Central do Brasil deve ser procurar para realizar o registro da CPR Financeira no Sistema de Registro da BM&FBOVESPA. Depois, a Bolsa de Valores realiza este serviço.

Fluxo de Resgate

O emissor deve, primeiramente, efetuar o pagamento no valor da CPR ao favorecido, assim como os custos do procedimento ao Banco. Depois, o Participante de Registro recebe os valores da tarifa da operação e solicita a baixa do título.

O favorecido recebe o valor que, inicialmente, foi combinado entre as partes. Em seguida, a BM&FBOVESPA recebe os custos dessa operação. Quando este ciclo se encerra, o registro desta CPR é finalizado.

Gostou do nosso artigo? Então acesse nosso blog e assine nossa newsletter!

Buscar

Sobre a Docket

Somos uma startup que realiza a busca, gestão e pré-análise de documentos e certidões. Com tecnologia avançada e inovadora, otimizamos os processos jurídicos de empresas de vários segmentos. Atuamos como facilitadores para nossos clientes, pois reduzimos o custo e o prazo com demandas de documentação de todo o Brasil.

Na mídia

Conheça a Docket a startup que está revolucionando o mundo jurídico

Confira o que os principais meios de comunicação do mundo têm falado sobre a nossa solução e como a tecnologia da Docket tem revolucionado o universo jurídico e as operações que envolvem documentos.

Deixe um comentário:

  1. Paulo Soares disse:

    Quais instituições financeiras estão habilitadas a registras a CPR Financeira?

    1. Docket Brasil disse:

      A partir de 1º de janeiro de 2021, entrou em vigor a Resolução 4.870/20 do Banco Central, editada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) no dia 20 de novembro de 2020. A resolução dispõe que o registro ou depósito centralizado deve ser operado por entidade autorizada pelo Banco Central do Brasil (Bacen). Ou seja, para serem válidas, as CPRs terão que ser registradas em entidades autorizadas.

  2. Raimundo Ferreira de Sousa Sobrinho disse:

    Gostei muito da explanação. Muita clareza e objetividade. Parabéns

    1. Docket Brasil disse:

      Agradecemos seu feedback! Que bom que gostou! Estamos à disposição em caso de dúvidas…

    2. Docket Brasil disse:

      Que bom! Agradecemos seu feedback!

Você também pode gostar

Recuperação Judicial Empresarial: o que é e passo a passo para fazer!


A recuperação judicial é a última alternativa para empresas que estão passando por uma crise econômica. Ela dá ao devedor a oportunidade de apresentar um plano de reabilitação sem ser necessário abandonar as operações ou requerer falência.

3 passos para a abertura de filial na junta comercial


Abrir uma filial na junta comercial tem algumas diferenças, caso o estado da matriz não seja o mesmo da filial. Veja o passo a passo completo.

Guia completo: Certidão de Cadeia Sucessória


A Certidão de Cadeia Sucessória traz o levantamento junto ao Cartório de Registro de Imóveis das informações sobre transmissões de propriedade, em um período determinado.

Startup acelerada por:

Google Developers Launchpad
Empresa participante do Scale Endeavor Up

4º Lugar no
LinkedIn Top Startups 2018

Top Startups Linkedin Brasil 2018

Selecionada para o Ranking

100 Startupst to watch 2019

Startup investida por:

Kazek
Canary
ONEVC
Valor Capital
Wayra
Neste site usamos cookies para sua melhor experiência. Para mais informações, leia nossa Política de Cookies.
Cadastrado com sucesso!