Mitigação de Riscos Jurídicos: 6 dicas para tornar seu departamento jurídico mais estratégico

10/03/2020
Leitura em: 6 minutos
Categorias:
Departamento Jurídico mais Estratégico

A mitigação de riscos jurídicos é um método utilizado nos departamentos a fim de gerenciar a exposição dos mesmos frente a determinados riscos que possam impactar na rotina da empresa.

Estar em situações em que deve-se arriscar para obter algum tipo de resultado, faz parte do dia a dia empresarial. Contudo, a mitigação visa diminuir o impacto nas operações de negócios, gerenciando os riscos.

Pensando sobre esse gerenciamento, separamos 6 dicas para tornar seu departamento jurídico mais estratégico, com o objetivo de minimizar a exposição da sua empresa frente aos riscos diários. Confira!

Mitigação de riscos jurídicos

1- Identificar e classificar os riscos

Mitigar os riscos sem conhecê-los é muito difícil, por isso, o primeiro passo para garantir um gerenciamento eficiente é identificá-los. Para isso, procure saber em qual ponta da operação eles estão surgindo e se são trabalhistas, tributários ou contratuais, por exemplo. Assim, o controle fica muito mais fácil. 

Além disso, definir os níveis de prioridade é um ponto extremamente importante. Contudo, há uma necessidade de knowledge dos gestores em relação ao impacto de cada risco para as operações do departamento.

2- Plano de ação

Se já existe um mapeamento sobre os riscos jurídicos, é possível desenvolver um plano de ação para cada um deles, ou seja, é onde ocorre a intervenção humana.

É necessário ter todo o plano de ação documentado, pois o mesmo servirá de modelo para as futuras gestões da empresa, podendo ser sempre aprimorado.

Se, por exemplo, uma empresa foi alvo de uma ação na justiça que poderia ter sido evitada com a inclusão de alguma cláusula em um contrato específico, o gestor poderá procurar outros documentos de mesmo teor e trabalhar para incluí-la, evitando um novo processo. 

3- Monitoramento dos resultados

É monitorando os resultados que você conseguirá saber se sua estratégia está sendo bem-sucedida ou não. Isso pode acabar mudando tudo na tomada de decisão, uma vez que permite mais agilidade na correção de um erro. Se algo não estiver funcionando como deveria, pode ser mudado a tempo. Já se estiver tendo um bom desempenho, poderá ser replicado para outras áreas do jurídico. 

4- Prevenção

O gerenciamento eficiente dos riscos jurídicos não pode deixar de conter medidas preventivas. Reduzir o estoque de ações e evitar o surgimento de processos novos, contribuirá para melhores resultados do departamento e da operação como um todo. 

Isso pode ser conquistado por meio de métodos alternativos de resolução de conflitos, como a mediação e a negociação. Assim, as empresas tornarão seu departamento jurídico mais estratégico e conseguirão mitigar seus riscos. 

5- Due Diligence

O processo de Due Diligence é uma junção de ferramentas multidisciplinares, que visa mapear os riscos de uma empresa e propor medidas de mitigação. 

Quando o assunto é tornar o departamento jurídico mais estratégico e a mitigação de riscos, a realização da Due Diligence é essencial, pois ela investigará minuciosamente todos os setores, levantará todos os dados disponíveis e gerará um relatório apontando tanto os riscos, quanto as possíveis soluções.

6- Softwares jurídicos

Os softwares jurídicos têm como objetivo tornar a gestão dos departamentos mais eficientes e estratégicos, focando em resultados. 

Ao organizar as atividades diárias e fazer com que os dados sejam utilizados com o objetivo de aumentar os resultados, um software jurídico auxilia na padronização e no controle dos contratos e outros documentos, verificando prazos, vencimentos e valores. 

Além disso, também auxilia na automatização de ações repetitivas, facilitando a divisão de tarefas por meio de um sistema de visualização prático para toda a equipe.

Docket

A Docket é uma Legaltech que torna simples a busca, pré-análise e gestão de documentos e certidões em todo o Brasil. Através de uma plataforma exclusiva, é possível reduzir os custos e o tempo na obtenção dos mesmos em até 80%.

Com essa otimização de tempo oferecida pela Docket, o departamento jurídico tem a possibilidade de manter seu foco em outras prioridades, permitindo, assim, que o time se torne cada vez mais estratégico.

Utilizando sua tecnologia e Inteligência Artificial, a Docket criou a R.E.A. (Real Estate Analysis), que é capaz de ler e pré-analisar certidões de maneira rápida e eficiente. Com ela, um documento pode ser analisado em cerca de 1 minuto e com 93% de acurácia.

Para saber mais da Docket e como tornar o seu departamento jurídico mais estratégico, conheça o Shopping de Documentos!

Buscar

Sobre a Docket

Somos uma startup que realiza a busca, gestão e pré-análise de documentos e certidões. Com tecnologia avançada e inovadora, otimizamos os processos jurídicos de empresas de vários segmentos. Atuamos como facilitadores para nossos clientes, pois reduzimos o custo e o prazo com demandas de documentação de todo o Brasil.

Na mídia

Conheça a Docket a startup que está revolucionando o mundo jurídico

Confira o que os principais meios de comunicação do mundo têm falado sobre a nossa solução e como a tecnologia da Docket tem revolucionado o universo jurídico e as operações que envolvem documentos.

Você também pode gostar

Análise de crédito rápida e certidões para sua empresa


  • 07/08/2020
  • Bancos
  • Leitura em: 7 minutos

A análise de crédito é o estudo realizado por bancos, instituições financeiras ou estabelecimentos comerciais, com o objetivo de avaliar dados e informações econômicas de seus clientes, pessoa física ou jurídica. Para que serve a análise de crédito A investigação da análise de risco de crédito bancário acontece quando o cliente solicita uma linha de […]

Imóvel financiado já pode ser usado como garantia de novo crédito


  • 05/08/2020
  • Bancos
  • Leitura em: 4 minutos

O Banco Central regulamentou medida provisória que permite que um imóvel financiado possa ser usado como garantia de um novo empréstimo com o mesmo banco do financiamento inicial. A resolução faz parte de uma linha de crédito emergencial criada na semana passada por meio da medida provisória (MP) 992, que reúne novos mecanismos para combater […]

Lei do Agro amplia o crédito para o agronegócio


Dentre as principais medidas da Lei do Agro está a continuidade do patrimônio de afetação, que permite ao produtor rural fracionar a terra para dar como garantia de empréstimos bancários, e não ser obrigado a usar a propriedade inteira como garantia. Sancionada pelo Governo Federal no dia 07 de abril, a Lei 13.986/2020, proveniente da […]

Startup acelerada por:

Google Developers Launchpad
Empresa participante do Scale Endeavor Up

4º Lugar no
LinkedIn Top Startups 2018

Top Startups Linkedin Brasil 2018

Selecionada para o Ranking

100 Startupst to watch 2019

Startup investida por:

Kazek
Canary
ONEVC
Valor Capital
Wayra
Neste site usamos cookies para sua melhor experiência. Para mais informações, leia nossa Política de Cookies.
Cadastrado com sucesso!