Written by 16:55 Notícias

Docket lança nova inteligência artificial que reduz em 80% o tempo para análise de documentos

nova-ia-analise-de-documentos

Em entrevista exclusiva ao AGFeed, Pedro Roso, CEO da Docket, apresenta nova tecnologia que agiliza a análise de documentos e faz parte das novidades da legaltech para 2024

Em entrevista exclusiva ao AG Feed, Pedro Roso, CEO da Docket, revelou algumas das novidades da empresa para 2024. O destaque ficou para a funcionalidade de leitura via inteligência artificial que extrai e analisa dados de Certidões de Penhor e Alienação Fiduciária. O texto pode ser lido na íntegra aqui.

Em sua fala, Roso detalha que, sem a Docket, o processo de leitura, análise e extração de dados pode levar até dois dias. “Com nossa ferramenta, uma empresa pode colocar 30 mil documentos para rodar de uma vez e entregamos os resultados em 30 segundos”, ele explica.

Expectativas para 2024

A expectativa para o próximo ano é otimista. Pedro comenta que a solução veio numa safra em que o plantio sofre um certo atraso pelas condições climáticas. Nesse período, a agilidade nas operações de análise de certidões é crucial para que duas atividades ocorram simultaneamente:

  1. as instituições ofertem crédito e as empresas consigam as melhores taxas de juro;
  2. as tradings do agro saiam na frente, fechando os melhores negócios.

Hoje, realizamos análises com IA de mais de 50 tipos de documentos. E já no início de 2024, deveremos ampliar a oferta destas soluções. “Queremos apoiar as grandes empresas de setores como agronegócio, indústrias, bancos, seguradoras em seus processos de busca, análise de dados e controle de documentos, tornando-as mais ágeis e eficientes nas tomadas de decisão estratégica para seus negócios”, explica Pedro.

Como funciona a análise de documentos com IA?

Em 2023, incorporamos de vez a Inteligência Artificial como força motriz do nosso negócio. Todo o processamento dos documentos está integrado com o OpenIA, do Chat GPT, e outros módulos de IA.

Mas engana-se quem pensa que a IA se tornou realidade na Docket apenas neste ano. Desde 2018 trabalhamos com esse tipo de solução e, quando o tema se popularizou globalmente, já estávamos preparados para utilizar a tecnologia. Resultado: uma queda de 80% no tempo de análise para os nossos clientes, e um aumento no desenvolvimento de produtos dentro da Docket.

É o caso da funcionalidade de leitura via IA para extrair e analisar dados de Certidões de Penhor e Alienação Fiduciária. Essa ferramenta foi desenvolvida em um mês. “Sem o Chat GPT, esse produto poderia demorar dois anos para ser lançado”, conclui o CEO.

Visited 12 times, 1 visit(s) today