Política de Cookies

Written by 19:56 Construtora, Notícias

Sondagem Industrial da Construção: resiliência marcou o comportamento do empresário do setor em 2023

Sondagem Industrial da Construção: resiliência marcou o comportamento do empresário do setor em 2023
sondagem-industrial-da-construcao

Realizada desde 2009, Sondagem Industrial da Construção mostra que, em 2023, empresários do setor tiveram comportamento otimista. Saiba mais!

As sondagens são instrumentos importantes para avaliação da confiança dos empresários do setor.

Produzida desde 2009, a sondagem industrial da construção apresenta dados importantes sobre o setor, como o nível de atividade, o número de empregados, a margem de lucro operacional, a situação financeira e o acesso ao crédito.

Todos esses dados servem como variáveis que nos ajudam a compreender o quão confiantes os empresários da construção estão.

Nesse sentido, veja a seguir nossa leitura sobre a última sondagem da indústria da construção de 2023 e as perspectivas para 2024. 

Como foi o comportamento da Sondagem Industrial da Construção em 2023?

A sondagem industrial da construção, produzida mensalmente pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), contempla diversos dados, dentre os quais podemos destacar o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) da construção  e seus dois componentes: o índice de condições atuais e o índice de expectativas

A última sondagem, referente a passagem de novembro para dezembro, mostrou que o ICEI da construção manteve-se em 53,1 pontos. A exemplo de outros índices que adotam a escala de 0 a 100, o ICEI da construção segue acima da linha divisória de 50 pontos, que separa a confiança da falta de confiança.

Portanto, os dados da sondagem mostram que os empresários da construção chegam ao final de 2023 resilientes e confiantes

Quais são as razões por trás do comportamento da Sondagem Industrial da Construção?

Para compreender melhor o comportamento do ICEI da construção, precisamos observar seus componentes. O Índice de Condições Atuais, que avalia as condições correntes da economia brasileira e da empresa, foi de 47,8 pontos em dezembro. 

O índice é praticamente o mesmo do mês anterior (queda de 0,1 ponto) e, ao permanecer abaixo dos 50 pontos, indica percepção de piora das condições atuais de negócios. Os empresários da construção civil seguem com uma avaliação bastante linear desde o início do ano (47,5 pontos em janeiro versus 47,8 pontos em dezembro). 

Já o Índice de Expectativas, que mensura como estão as perspectivas dos empresários para os próximos meses, foi de 55,8 pontos em dezembro. Esse resultado representa uma alta de 0,1 ponto, também praticamente estável frente ao mês anterior. 

O resultado segue acima dos 50 pontos, o que indica confiança para os próximos meses, e permanece na mesma trajetória vista mês a mês ao longo de 2023. Em janeiro, o índice era de 50,7 pontos, chegou a atingir 59,1 pontos em agosto, mas desde setembro de 2023 permanece ligeiramente acima dos 55 pontos.

Em suma, vemos que os empresários continuam com uma avaliação pessimista do presente e uma avaliação mais positiva do futuro

O que podemos esperar para 2024?

Tendo em vista os dados do Boletim Focus, que apontam as expectativas para o próximo ano, podemos esperar a manutenção do atual cenário. Apesar da visão mais conservadora, o ano deve preparar um ambiente para uma retomada melhor em 2025. No entanto, existem muitas variáveis em jogo.

O que pode reverter esse cenário e contribuir para elevar o otimismo dos empresários da construção com as condições atuais é a melhora do crédito com a queda dos juros e da inadimplência e, em grande medida, a melhora do mercado de trabalho. 

A melhora do crédito tem um duplo sentido. Por um lado, somado à melhora do mercado de trabalho, tende a elevar a renda e o consumo, criando condições melhores para a construção, especialmente de prédios residenciais. Por outro lado, tende a produzir um ambiente melhor para investimentos para as empresas do setor. 

Em resumo, 2024 deve ser um ano bom e com perspectivas positivas para os empresários da construção.

Visited 59 times, 1 visit(s) today