Política de Cookies

Written by 15:05 Operações

Qual é a Fórmula do BDI?

Qual é a fórmula do BDI?

Fundamental para o sucesso de toda construção, a precificação e os cálculos de custo de obra podem significar o lucro ou não dos empreendimentos. A Fórmula do BDI é essencial nesse cenário.

O uso da Fórmula do BDI (Benefícios e Despesas Indiretas) é uma ótima ferramenta para auxiliar na preservação das margens de lucro do seu investimento, avaliando os valores mais precisos e específicos de uma construção.

Então vamos aprofundar na composição do BDI!

Entendendo os custos da obra

Para desmembrar e entender melhor os custos da obra, é preciso separá-los em dois tipos: o custo direto e o custo indireto.

Custo direto

Todos os investimentos relacionados à produção da obra são considerados diretos. Ou seja, todo material empregado no campo da construção é um custo direto. Exemplo: tijolos, cimento, vigas, entre outros.

Custo indireto

Usando o sentido inverso, o custo indireto é todo aquele que não faz parte de maneira direta da obra. Exemplo: recursos administrativos, gastos telefônicos para contato com fornecedores etc.

Entender esses custos é fundamental para a Fórmula do BDI!

Composição do BDI

Para calcularmos Benefícios e Despesas Indiretas, é fundamental identificarmos os valores de uma série de pontos. São eles:

Administração (A) — Todos os gastos administrativos da empresa, como aluguel, pessoas, telefonia etc;

Custo Financeiro (CF) — Estimativa do quanto o capital investido na obra renderia, caso estivesse aplicado no mercado financeiro (uma das referências usadas nesse caso é o rendimento do Certificado de Depósito Bancário, o CDB);

Seguros (S) — O percentual (cerca de 0,6%) sobre o custo total da obra, que deve ser preservado como seguro;

Garantias (G) — Taxa de caução, seguro garantia, fiança bancária ou títulos da dívida pública;

Margem de Incerteza (MI) — Margem para ser utilizada caso os valores sejam distorcidos ou haja questões não previstas e seguradas;

Tributos Municipais (TM) — Taxa do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e demais tributos Municipais;

Tributos Estaduais (TE) — O percentual dos tributos Estaduais;

Tributos Federais (TF) — O percentual dos tributos Federais;

Margem Bruta de Contribuição (MBC) — Margem de lucro prevista no negócio.

Após a identificação desses números, basta aplicá-los na fórmula para identificar o BDI:

BDI = (1 + (A + MI + S + G)) (1 + C) (1 + MBC) – 1

_________________________________________

                          1 – (TM + TE + TF)

A importância da Fórmula do BDI

Com o cálculo do BDI, compor o preço de venda da obra fica muito mais fácil. Isso porque são inseridos os dados referentes aos custos indiretos, sem prejudicar sua margem de lucro, preservando a rentabilidade do seu negócio e do planejamento de obras.

Basta aplicar o BDI da seguinte forma:

Preço de Venda = Custos Diretos (1 + Porcentagem do BDI)

Quer mais dicas sobre processos, fluxograma, construção e negócios? Assine nossa newsletter e acompanhe todas as novidades do Blog Docket!

Visited 134 times, 6 visit(s) today