Written by 08:56 Bancos, Jurídico, Operações

Como funciona a análise de crédito de pessoa jurídica?

A análise de crédito de pessoa jurídica possui algumas particularidades. Veja os documentos necessários, a importância dessa análise e como a tecnologia ajuda no processo.

Como funciona a análise de crédito de pessoa jurídica?
Como funciona a análise de crédito de pessoa jurídica?

Veja, neste conteúdo, como funciona a análise de crédito para pessoa jurídica. Entenda como a análise é feita, documentos necessários, importância de uma análise bem feita e como a tecnologia pode ajudar nesse processo. 

Você irá conferir:

  • O que é a análise de crédito de pessoa jurídica?   
  • A documentação exigida em uma análise de crédito
  • A importância de uma política de crédito eficiente 
  • Soluções do Shopping de Documentos 

O que é a análise de crédito de pessoa jurídica? 

Para instituições financeiras que realizam empréstimos e financiamentos, uma boa análise de crédito de pessoa jurídica é fundamental para evitar a inadimplência. Para se ter uma ideia, em maio de 2021, 62 milhões de brasileiros tinham alguma conta ou boletos atrasados. Esses dados acabam impactando na quantidade de crédito solicitado e concedido, seja para pessoa física ou pessoa jurídica.

Na hora de conceder um crédito, a instituição financeira deve fazer uma avaliação minuciosa para verificar informações primordiais, como a saúde financeira do negócio, expectativa para o futuro e score do CNPJ baseado no seu histórico de empréstimos e relações com outras instituições. 

Por meio da emissão de documentação e certidões, é possível verificar a capacidade de uma organização que solicita crédito cumprir com a promessa de pagamento. É fundamental que esse valor não comprometa as despesas fixas essenciais. Portanto, via de regra, o valor da parcela deve ser em torno de 20% a 30% do rendimento da empresa.

Assim, baseado nesses dados é possível aprovar ou reprovar o pedido de concessão. Em caso de aprovação, será o perfil do cliente com todo seu histórico de referência, que ajudará na definição de valores mínimos e máximos, taxa de juros aplicada e prazo de pagamento das parcelas.

A documentação exigida em uma análise de crédito

A análise de crédito de pessoa jurídica funciona de maneira diferente da pessoa física. Afinal, o foco é na empresa cliente, por isso, os documentos e informações analisadas referem-se ao CNPJ. Nessa análise, o analista financeiro deve fazer uma análise retrospectiva, verificar tendências e, por fim, a capacidade creditícia do possível devedor. 

Os pedidos de documentação podem divergir conforme a instituição financeira ou o tamanho da empresa que está pedindo o crédito. Entre os dados e documentos analisados podem estar: 

  • documento de identificação do dono do negócio e sócios
  • contrato social atualizado
  • todas as alterações contratuais, atas ou aditivo do último aumento de capital devidamente registrado na Junta Comercial
  • balancetes que comprovam a situação financeira da empresa
  • faturamento dos últimos meses
  • resumo da situação de balanço patrimonial 
  • certidão Negativa de Débitos Federais
  • declaração do imposto de renda 
  • recolhimento do FGTS
  • distribuição de ações 
  • certidão Negativa de Débitos Estaduais
  • certidão Negativa de Débitos Municipais
  • matrícula do imóvel dado em garantia 
  • certidão de dados cadastrais do imóvel 

A importância de uma política de crédito eficiente  

Segundo o Banco Central, o volume de crédito do Sistema Financeiro Nacional totalizou R$4,3 trilhões em agosto, alta de 1,5% no mês, com incrementos de 1,0% nas operações com pessoas jurídicas, totalizando R$1,9 trilhão. Com tanto dinheiro sendo negociado, é importante que as instituições façam uma boa gestão e análise de risco de crédito.

Assim, é preciso criar uma política de análise de crédito de pessoa jurídica com ações e requisitos necessários para determinar se aquele solicitante deve ou não receber o financiamento. De maneira geral, essas políticas contam com avaliação da situação econômica atual do mercado do proponente do pedido, análise dos dados financeiros da organização, histórico de pagamentos e verificação das garantias que o cliente oferece para realização do pagamento da dívida.

De maneira complementar, os bancos também podem analisar o score de crédito das empresas. Esse score é uma nota que determina o quanto uma pessoa ou empresa é boa ou má pagadora, analisando os hábitos de consumo e relacionamento do proponente com o mercado de crédito. 

Mas uma boa análise não se limita à verificação dos dados do cliente. Todo esse processo pode ser demorado e burocrático, caso a instituição financeira não utilize bons sistemas de gestão para otimizar toda essa tratativa. De nada adianta ter acesso aos dados do cliente, se há muita demora na análise e validação ou se a validação é feita manualmente, incorrendo em erros e perdas de prazo.

Infográfico com prejuízos de análises manuais na análise de crédito de pessoa jurídica

Soluções do Shopping de Documentos 

Em muitos casos, o analista tem dificuldade em organizar todos os dados e documentos em tempo hábil para a concessão. Por isso, um software como o Shopping de Documentos pode ser a solução. 

Um dos objetivos da Docket é oferecer alternativas de qualidade, que atendam de ponta a ponta toda a esteira operacional do crédito em bancos, financeiras e outras operadoras de crédito.

Nesse sentido, o Shopping de Documentos é uma ferramenta que otimiza esses processos por meio de tecnologia. De forma intuitiva, é possível acompanhar o status de todo o processo e ainda gerar relatórios automatizados, conforme a sua necessidade. 

Um dos nossos maiores diferenciais é o know how e a expertise em relação aos dados da operação. Atuamos em mais de 80% do país, com parcerias em órgãos públicos, cartórios e outras instituições. Ao juntar tecnologia e inovação, geramos uma solução única que centraliza processos e aumenta a visibilidade das informações, impactando positivamente na produtividade e na redução de custos dos processos de análise de crédito. 

Vale ressaltar que ao contratar o Shopping de Documentos todo o processo interno é otimizado, bem como o NPS dos bancos. Afinal, aquele cliente que solicitou o crédito teve celeridade na avaliação do pedido, aumentando sua satisfação em relação à instituição financeira. 

Se você gostou desse conteúdo e não quer perder nenhuma dica como essa, siga-nos nas redes sociais, estamos no LinkedIn, Instagram e Facebook. 

Visited 68 times, 3 visit(s) today